Polishop

terça-feira, 31 de janeiro de 2012

O caminho para o orgasmo.

“Você viaja pelo sexo até chegar ao orgasmo.” Ouvi esta máxima nestes dias de férias. Depois de boas risadas eu passei a pensar em sexo como viagem e orgasmo como destino. Fiquei pensando que a comparação é muito boa, pois quem não gosta de curtir uma viagem? Uma viagem rapidinha de ida até o litoral é tão gostosa quanto uma viagem mais longa de férias. O fato é que uma viagem requer uma série de coisas, por exemplo, é uma delícia fazer uma viagem longa (eu já viajei por mais de 48 horas por terra), mas confesso que se a viagem demora muito, se é necessário parar para abastecer várias vezes, se preciso trocar de meio de transporte (dois ônibus, um trem e um barco) para chegar ao destino, eu começo a me entediar. Às vezes, aquela rotina de aeroporto me deixa muito cansada, esperar ônibus me irrita e ficar parando o carro em avenida congestionada é o fim.  
Em outras palavras, escolher o meio de transporte e o caminho adequado é a melhor maneira de fazermos uma boa viagem e chegarmos muito felizes ao ponto de destino. Pensando que o orgasmo é o destino e o sexo é caminho, a máxima está valendo. Então volte-se para a viagem.


 1) Escolha  a companhia: há quem goste de viajar sozinha, mas eu prefiro sempre viajar acompanhada. Então, a escolha da companhia é muito importante, pois você pode alternar quem estará conduzindo cada parte do percurso. Quando você não estiver no comando, oriente seu companheiro dizendo-lhe quais as melhores formas de chegar ao destino, ou elogiando os atalhos e caminhos que ele descobriu sozinho.


2) Decidida a companhia é hora de preparar-se para viajar: escolha o caminho, a roupa que você usará, os perfumes, os acessórios, cuide dos detalhes. Você pode inclusive conversar sobre a viagem com seu companheiro: combinando o trajeto e as paradas, falando das preferências, pensando em inovações, o importante é que a viagem tenha estes preliminares todos.

3) Entrar no clima da viagem é muito importante: se você vai viajar, seja para descansar ou para trabalhar, precisa se concentrar no que está fazendo. Então, durante o caminho pense apenas no destino. Aproveite cada momento do trajeto e esqueça todas as coisas que estão fora dele, tanto as que passaram quanto as que chegarão.


4) Começado o caminho é hora de ir se adaptando: respire fundo e aproveite. Mude as posições, experimente os aromas e sabores, vibre com as paisagens, você pode pensar até em um fundo musical para o momento. Se algo der errado, recomece. Tenha em mente que vocês precisam chegar ao destino.

5) Se você perceber que ainda está muito distante, tente acelerar. Mas se ao contrário, perceber que a viagem está indo rápido demais não se incomode em dizer que há um limite de velocidade na via. Infringir as regras pode ser fatal!

Seguindo estas dicas, ou as suas dicas, comemore a chegada no destino sem medo nenhum. Algumas pessoas gritam, outras choram, há quem ria, outros preferem transmitir alguns sons indecifráveis, etc. O importante é você demonstrar que está feliz por ter chegado ao destino, e provavelmente disposta a fazer uma nova viagem.

sábado, 28 de janeiro de 2012

Entendendo a mente dos homens




Estamos acostumadas à idéia de que os homens são insensíveis, egoístas e não se importam com nossos sentimentos. Na verdade, muitas coisas que imaginamos não são tão verdadeiras assim. São rótulos que foram colocados ao longo dos anos pela sociedade.


No início de tudo, eles eram os únicos responsáveis pela manutenção do lar, da família e da paz na sociedade. Nosso papel se resumia a cuidar de casa. Hoje em dia, as mulheres têm um papel muito mais atuante na sociedade, com uma independência financeira, sexual e uma atitude muito menos submissa. Todas essas alterações aconteceram mais rápidas do que os homens tiveram capacidade de compreender. 

Até hoje, muitos homens têm dificuldade em aceitar o fato de a sua parceira ganhar mais ou ter um desempenho profissional melhor que o seu. Outros, a pesar de terem buscado isso, não se sentem confortável com a independência que as mulheres demonstram ter com relação a eles. A pressão sobre suas atitudes é maior e mais questionável.

Vamos tentar esclarecer alguns pensamentos sobre os homens:
Sexo:
Sim eles pensam muito em sexo, desejam as mulheres e sentem muito mais tesão com o visual do que nós, que somos mais eróticas e românticas. Por outro lado, eles pensam em sexo como um peso, porque são responsáveis pela satisfação total das mulheres e o medo de broxar os acompanha frequentemente. Isso porque, hoje a maioria das mulheres já teve experiências sexuais, sabem comparar e querem ter satisfação. 

Com relação a preliminares, eles realmente acham menos necessário que as mulheres, porque seu prazer está na penetração. A boa notícia é que eles sentem necessidade de satisfazer a mulher e para isso muitos sabem da importância das preliminares, beijos e toques. Se o seu parceiro anda esquecendo essa etapa, lembre-o de maneira carinhosa.
Amor:
Homens sofrem por amor. Choram e sentem tristeza quando levam um fora de uma mulher que amam. A grande diferença está na forma do sofrimento. Nós mulheres choramos em público, nos descabelamos por telefone com todas as amigas, não conseguimos trabalhar e parece que a vida acabou. Eles, mais uma vez, foram educados com o passar dos anos para serem fortes e que chorar e sofrer são sinônimos de fraqueza. Eles não ligam para os amigos chorando, falam com pesar do que aconteceu; não deixam isso interferir no trabalho, mas por dentro estão arrasados e trocam muitos bares com amigos por noites de reclusão em casa. 

E o romantismo masculino? Onde está? “É muito difícil encontrar homens românticos.” Essa é uma queixa comum entre as mulheres. O grande problema, desculpem a repetição, começa desde o início da vida. Nós brincamos de bonecas e eles de luta, carrinho entre outras coisas. Nós de pequenas sonhamos com o casamento e com flores. Eles nos carros que esperam possuir. Nós temos o romantismo como algo natural, umas mais outras menos. Os rapazes têm que desenvolver esse dom. Isso depende muito das atitudes que ele viu e acompanhou em casa, ou seja, como seu pai trata a sua mãe, e também dos relacionamentos que teve. Cabe às mulheres ensinar para seus parceiros o que gostariam de receber e como acha que um relacionamento dever ser. Quando aprendem, eles adoram ter atitudes que vão nos deixar feliz. Mas não torne a falta de romantismo uma cobrança constante e com o tempo ele vai fazer coisas surpreendentes para você, e o melhor, porque ele quis.
Relacionamento:

Casamento! Essa palavra assusta a maioria dos homens por um simples motivo: eles têm medo de perder sua liberdade para sempre. E fique claro que liberdade aqui não é sair atrás de outras mulheres, mas sim a liberdade de jogar bola com os amigos quando bem entenderem, marcar aquele choppinho com a galera no sábado à tarde sem hora para acabar etc. Mas a maioria quer construir uma família, só querem um pouco mais tarde do que nós. Por isso, se acha que está chegando o momento de falar sobre isso, não se intimide e alinhe suas expectativas com as dele.

Por fim o temido assunto: traição! “Homens traem mais que as mulheres; todo homem trai; você acha que namoro há sete anos e ele nunca me traiu?” Homem tem essa fama e desculpem rapazes, vocês foram responsáveis por construir esse cenário. Mas com todas essas mudanças culturais pelas quais estamos passando, já a quem diga que as mulheres traem tanto quanto os homens. Elas estão mais expostas a encontros casuais, o dia a dia fora de casa gera mais possibilidades e muitas já não se sentem mal com isso. Porém algo é preciso ser dito: não são todos os homens que traem, não por falta de vontade, mas por respeito à parceira, o medo de serem descobertos e acabar o relacionamento, a dificuldade de conviver com a consciência pesada. 
Mulheres:
Os homens adoram estar cercados de belas mulheres, principalmente para mostrar para os amigos e para a sociedade. Mas muitos homens além da beleza buscam mulheres inteligentes, simpáticas, que adorem seus amigos e que sejam agradáveis. A base de um relacionamento duradouro é a admiração e nada melhor do que um parceiro que te admire, com todos os seus defeitos.

Há quem pense que os homens preferem as loiras. Talvez no Brasil isso seja um pouco verdadeiro, porque é diferente da maioria da sociedade. Mas também temos essa percepção porque a mídia expõe cada vez mais loiras como símbolo de beleza. Porém essa preferência não é comprovada por estudos. Muitas morenas são muito atraentes e possuem um sex appeal. Que homem não gostaria de ter uma mulher com lindas marquinhas de biquíni, que ficam melhores ainda em uma morena?

E com relação a ganhar menos que as mulheres? Os homens sofrem sim com esse fato. Eles não se sentem totalmente confortáveis com uma parceira que ganha mais e também pelo fato histórico de sempre terem sido os provedores naturais do lar. Mas com o tempo eles aprenderão que isso será cada vez mais normal. E cabe a nós mostrar isso a eles.

sexta-feira, 27 de janeiro de 2012

10 mandamentos para ser bonita e poderosa


Coloque em prática as atitudes que vão transformá-la em uma mulher confiante e irresistível de verdade sem fazer força


1. Conquiste com o olhar
Na hora da sedução ou em uma entrevista de trabalho, deixe de lado o olhar fixo, aquele ue seca a pessoa à sua frente. Não é ele que entrega o seu verdadeiro poder. Também não vale olhar para baixo, é claro. “Conversar encarando a outra pessoa pode parecer agressivo e deixá-la intimidada, enquanto olhar por cima do ombro ou para os lados o tempo todo demonstra tédio ou desinteresse”, fala Mônica Portella. Escolha o meio-termo: fazer contato visual é obrigatório, mas você deixa a coisa mais natural lançando os olhos para outra parte do rosto do interlocutor e para os lados de vez em quando.

2. Levante a cabeça
A primeira impressão conta, sim: bastam 30 segundos para que a outra pessoa forme uma opinião a seu respeito, dizem os especialistas. Nessa hora, um dos pontos mais importantes a seu favor (ou contra você) é a sua postura. Costas retas, ombros abertos e queixo erguido são a imagem do sucesso. E o bom é que isso não muda só a maneira como os outros a vêem, mas como você se enxerga também. Uma pesquisa da Universidade de Ohio, nos Estados Unidos, mostrou que manter a postura correta afeta os pensamentos e aumenta a confiança. A psicóloga Giovana Tessaro, de Curitiba, completa: “Sentir-se segura de verdade é meio caminho andado para o mundo ver você como uma mulher poderosa”. 

3. Aprenda a dizer não
Confesse: você tem a maior dificuldade para colocar essa palavra curtinha no vocabulário? Negar qualquer coisa, de um convite a um favor ou uma opinião sincera, é um sacrifício? Você não é a única, mas cuidado: quem perde com isso é você. Por medo de magoar alguém ou de ser rejeitada, é tipicamente feminino sair dizendo sim para tudo e, assim, ficar sobrecarregada no trabalho, infeliz no relacionamento, fazer coisas que não está a fim... Da próxima vez, avalie se tem mesmo condições de oferecer aquela ajuda ou se quer de fato fazer o que lhe pedem. Ter coragem de dizer não e escolher o sim na hora certa são sinais de que você valoriza o seu tempo, seus desejos e suas opiniões. Isso, sim, é poder.

4. Sorria mais
Encarar o mundo com um sorriso no rosto torna você mais atraente e positiva. Mas vamos combinar que, para liberar o riso – e ainda falar de perto, sair bem na foto e usar aquele batom vermelho poderoso – com orgulho, é obrigatório exibir dentes bem cuidados. Sem falar que isso também eleva o seu valor no mercado de trabalho, como sugerem os pesquisadores Sherry Glied e Matthew Neidell, da Universidade Columbia, nos Estados Unidos. É o seu caso? Ótimo! Se ainda não, cuide dos seus com a higiene certa e lembre-se de que a odontologia estética oferece soluções para todo tipo de problema hoje em dia. Quer a receita de um sorriso natural e matador? Os dentes ficam à mostra e os olhos ligeiramente encolhidos, sem medo de revelar possíveis ruguinhas.

5. Use a voz a seu favor
Em uma conversa, o volume, o ritmo e as pausas que você usa quando fala refletem seu estado emocional e o quanto você está no controle da situação. O segredo é o equilíbrio: alar alto ou baixo demais pode expressar insegurança, assim como muito rápido ou devagar corre o risco de revelar ansiedade ou falta de entusiasmo. Hesitou, gaguejou, a voz ficou fininha e parece que vai faltar? “Respire profundamente, quantas vezes o momento permitir”, aconselha Giovana Tessaro. Isso vai desacelerar o cérebro e ajudá-la a recuperar o controle da comunicação.

6. Ame seu cabelo
Você (e mais de 90% das brasileiras, como revelou uma pesquisa realizada por uma multinacional de cosméticos) já sabe que acordar de bem com o cabelo é determinante para ficar numa boa o dia inteiro e ganhar autoconfiança, seja no trabalho ou na vida pessoal. O que talvez seja novo é que isso é muito mais do que uma questão de vaidade. “O cabelo é um meio de expressão capaz de revelar bastante da personalidade feminina”, fala a antropóloga Miriam Goldenberg, professora da Universidade Federal do Rio de Janeiro. Ela sugere que, enquanto o longo está associado a sensualidade, o curto costuma passar a imagem de uma mulher séria. “E se o loiro e liso simboliza poder, o escuro e cacheado original revela liberdade e segurança para aceitar suas raízes”, diz. Natural ou colorido, curto ou comprido,algumas coisas valem para todo mundo: cabelo tem que ser bem tratado e combinar com o seu estilo de vida, o que mostra que você se conhece e se gosta. 

7. Encontre o seu estilo
Não acredite se alguém disser que gastar dinheiro com roupas, bolsas e sapatos é supérfluo. “Abastecer o armário com peças de qualidade e que são a sua cara é um investimento que faz parte da tarefa de mostrar ao mundo a que você veio”, defende a psicóloga Mônica Portella. Se a primeira impressão conta, compensa investir para que ela seja positiva. Ou seja, mais importante do que se fantasiar de sexy, sóbria ou moderna é encontrar modelos que valorizem o seu tipo físico, deixem você à vontade e traduzam a mensagem que você quer passar. Na hora das compras, lembre-se de que resistir diante de mais uma bolsa ou par de sandálias da mesma cor também é um exercício do seu poder – de escolha.

8. Aposte no make
Acredite: para cada mulher existe um produto de beleza perfeito e um estilo de maquiagem capaz de realçar o que ela tem de melhor. A promotora de eventos Tatiana Barbieri, 34 anos, descobriu isso há pouco tempo. “Só passei a me maquiar quando comecei a trabalhar com festas”, conta. “Ficava sem graça de receber os convidados de cara lavada e fui começando devagar: primeiro rímel e gloss, depois um blush, delineador... Hoje, sou apaixonada por make e não me reconheço sem.” A brincadeira de ler revistas de beleza, fuçar blogs na internet sobre o assunto, experimentar cosméticos de várias marcas e testar looks na frente do espelho mexeu com a autoestima da moça. “Estou mais vaidosa, me visto melhor e saio mais à noite. Também virei referência para as minhas amigas, que não saem para a balada sem me perguntar o que eu acho da produção.”

9. Construa seu repertório
A maioria de nós se impressiona com aquelas mulheres que inspiram segurança, charme e poder sem esforço, como se tivessem nascido daquele jeito, não é? Só que ninguém vem ao mundo pronta, e é ao longo do caminho que você se prepara e amplia seu conhecimento. Seja qual for sua área de interesse, estude, leia, informe-se. Melhor: interesse-se por vários assuntos e exercite sua curiosidade – e seu cérebro. Assim, você aumenta seu círculo de conhecidos, suas chances de romance e seu leque de oportunidades. 

10. Abrace a vitória
Seja um elogio, um presente ou uma promoção, a mulher poderosa de verdade aceita o reconhecimento do seu sucesso com orgulho e prazer, sem emendar aquele “não precisava”, que, às vezes, escapa sem a gente perceber – nessa hora, um simples “obrigada” diz tudo. Mas isso é uma conquista, e vem para quem se entrega com paixão ao trabalho, aos relacionamentos, ao seu hobby favorito... e sabe que merece tudo o que recebe.

Fonte: Boa Forma

quinta-feira, 26 de janeiro de 2012

Solteira e feliz: os 5 benefícios de não ter namorado


Solteira e feliz: os 5 benefícios de não ter namorado

Se, por um lado, estamos a atravessar uma era em que as pessoas se casam cada vez mais tarde, optando por ficar a viver com os pais o máximo tempo possível ou dando o grito do Ipiranga ao alugar apartamento só para um; por outro, assistimos a namoros que duram mais de uma década. Infelizmente, também conhecemos relações que se mantêm por conveniência, por medo de deixar de fazer parte de um casal. Medo de estar solteira? Medo de estar sozinha? Acordem mulheres, pode ser uma das melhores experiências das vossas vidas. Saiba porquê já a seguir.  



  1. Menos stress. Quem disser que estar envolvida numa relação amorosa não é stressante, nunca viveu uma relação amorosa. Não estamos a falar daquela fase inicial, quando é tudo borboletas no estômago, batimentos cardíacos anormais e música romântica, qual banda sonora perfeita. Estamos a falar da fase em que ele lhe telefona 50 vezes ao dia, telefonemas esses intercalados com outros tantos sms: o que fazes? Onde estás? Com quem? O que tens vestido? Porquê? Porque não? A que horas chegas? Quando estão juntos o sufoco continua ou então instala-se a rotina: acabaram-se os jantares fora, as noites divertidas com os amigos, a conversa que durava a noite toda, aquela intimidade que não se consegue fingir. E então o romantismo? Antes a solo do que a dois sem música romântica. Solteira de novo? Aleluia! Acabou-se o stress. Agora tem apenas ouvidos e voz para si. Experimente. Não vai querer outra coisa.
  2. Mais tempo para si. Vamos ser realistas. Quando se namora, o tempo é pouco para estarem juntos, mesmo que seja para estarem sentados no sofá em frente à televisão a ver mais um filme alugado. Corre-se do trabalho para casa, porque têm de jantar juntos. Não se pode marcar um almoço de amigas porque ele se calhar vai aparecer para almoçar consigo. Esquece a inscrição de duas vezes por semana no ginásio (embora seja isso mesmo que está a precisar!)… porque não tem “tempo”. Uma mulher solteira tem todo o tempo do mundo: para se dedicar à carreira, à família, aos amigos, à leitura, ao ioga, à jardinagem, à carta de mota, ao rafting, aos blogs de mulheres, ao curso de espanhol, às novelas, à dieta, ao sono de beleza …
  3. Dona do seu nariz. Dona de tudo. Do comando, da casa de banho, da cama, do frigorífico, da despensa, da carteira. Acabaram-se o “tenho de falar com o Miguel” ou “não sei, tenho de ver” ou “se calhar ele não vai querer, depois digo-te”. Se lhe apetecer gastar um ordenado nuns sapatos Laboutin, viajar duas vezes por ano, comer cereais com leite todas as noites, deitar-se com as galinhas, ver as seis temporadas do Sexo e a Cidade num só fim-de-semana, sair até de madrugada todas as sextas e sábados ou encher a casa de banho de velas e tomar um banho de imersão, com Diana Krall a tocar bem alto, não há ninguém a torcer o nariz, a rir-se ironicamente, a abanar a cabeça ou a fazer beicinho. Toca a aproveitar!
  4. Coisas de homem? Não obrigada. Já pensou? Dias infinitos sem meias no chão, sapatos mal cheirosos no corredor (ou onde calha), tampa da sanita levantada, rolos de papel higiénico vazios, pacotes de leite com duas gotas ainda no frigorífico, jogos da Superliga, da Taça UEFA, da Liga dos Campeões, do Euro, do Mundial, da Liga Inglesa, Italiana, Espanhola, Francesa, Escocesa, da Selecção Nacional, dos programas de comentários pós-jogos de futebol, do Star Wars, do wrestling, das revistas de carros e jornais desportivos a forrar o chão da sala, de noites e noites passadas em frente ao PC a jogar Football Manager ou Crysis ou qualquer outro jogo imaturo de tirinhos e saltos mortais. Silêncio. Isso sim é o paraíso.
  5. Família reduzida. Já não bastam os seus pais, irmãos, avós, tios e primos que também tem de “aturar” a maluca da tia dele que só quer saber quando é que vão casar que-isto-de-dormirem-juntos-sem-aliança- no-dedo-não-é-correto; ou aguentar os olhos tipo Inspector Gadget da mãe dele que a examina das pontas dos cabelos às pontas dos pés cada vez que lhe põe a vista em cima? Para não falar no grupinho de amigos dele que nunca a recebeu muito bem e vice-versa. Pense no dinheiro que vai poupar (Londres aí vou eu!) e nas festas de aniversário, Natal, Ano Novo e Páscoa da qual se livrou. Resumindo: menos stress, mais tempo para si e coisas de homem nem vê-las… a não ser que tenha encontrado the one, o seu true love. Pois, agora tem tempo para ver todas as “montras” que lhe apetecer. Até lá, viva as solteiras!

 Fonte:  entremulheres.com

terça-feira, 24 de janeiro de 2012

Mulher Bem Resolvida


    Quando resolvi escrever sobre a MULHER BEM RESOLVIDA, pensei em mim e em todas as mulheres de trinta, quarenta, cinqüenta...não importa a idade, claro, não desmerecendo as mais novas, até porque, pretendo falar de toda vivacidade que elas possuem. A MULHER BEM RESOLVIDA tem um jeito todo especial de ser. MULHER BEM RESOLVIDA não é ventania, ela é ar em movimento. Ela possui uma beleza peculiar que não se iguala a nenhuma outra. Pena daqueles que não sabem percebê-las!!!

    A MULHER BEM RESOLVIDA  não PEGA, ela TOCA.

    A MULHER BEM RESOLVIDA  não come, ela se ALIMENTA.

    A MULHER BEM RESOLVIDA  não provoca, ela já é PROVOCANTE.

    A MULHER BEM RESOLVIDA não é inteligente, ela é SÁBIA.

    A MULHER BEM RESOLVIDA  não se insinua, ela mostra o CAMINHO sutilmente.

    A MULHER BEM RESOLVIDA  não se precipita, ela espera o MOMENTO CERTO.

    A MULHER BEM RESOLVIDA  não nada, ela NAVEGA.

    A MULHER BEM RESOLVIDA não voa, ela FLUTUA.

    A MULHER BEM RESOLVIDA  não pensa em quantidade, ela prefere QUALIDADE.

    A MULHER BEM RESOLVIDA  não vê, ela OBSERVA.

    A MULHER BEM RESOLVIDA não anda, ela CAMINHA.

    AMULHER BEM RESOLVIDA  não deita, ela ADORMECE.

    AMULHER BEM RESOLVIDA  não é pretensiosa, ela simplesmente se GOSTA.

    A MULHER BEM RESOLVIDA  não julga, ela ANALISA.

    A MULHER BEM RESOLVIDA não compara, ela ASSIMILA.

    A MULHER BEM RESOLVIDA  não consola, ela ACALENTA.

    A MULHER BEM RESOLVIDA não acorda, ela DESPERTA.

    A MULHER BEM RESOLVIDA  não coloca algemas, ela os deixa LIVRE.

    A MULHER BEM RESOLVIDA não enfeitiça, ela ENCANTA.

    AMULHER BEM RESOLVIDA  não é decidida, ela apenas sabe O QUE QUER.

    A MULHER BEM RESOLVIDA  não é exigente, ela é SELETIVA.

    A MULHER BEM RESOLVIDA  não se senti velha, ela se considera EXPERIENTE.

    A MULHER BEM RESOLVIDA  não se lamenta, ela tenta fazer DIFERENTE.

    A MULHER BEM RESOLVIDA não tem medo, ela tem RECEIOS.

    A MULHER BEM RESOLVIDA  não faz juras, ela deixa por conta do TEMPO.

    A MULHER BEM RESOLVIDA  não tira conclusões, ela faz SUPOSIÇÕES.

    A MULHER BEM RESOLVIDA “não desce do salto”, ela tem “JOGO DE CINTURA”.

    AMULHER BEM RESOLVIDA  não brilha, ela é ILUMINADA.

    A MULHER BEM RESOLVIDA não dá tchau, ela ACENA.

    A MULHER BEM RESOLVIDA  não gosta de ser vigiada, ela prefere ser ESCOLTADA.

    A MULHER BEM RESOLVIDA não é moderna, ela é ELEGANTE.

    A MULHER BEM RESOLVIDA  não quer ser cobiçada, ela prefere ser DESEJADA.

    A MULHER BEM RESOLVIDA  não possui sombras, ela tem AURA.

    A MULHER BEM RESOLVIDA  não adivinha, ela tem PERCEPÇÃO.

    A MULHER BEM RESOLVIDA  não faz sexo, ela é mestre na ARTE DE AMAR.

    A MULHER BEM RESOLVIDA não fica, ela se ENVOLVE.

    A MULHER BEM RESOLVIDA  não é fácil, ela é FLEXÍVEL.

    A MULHER BEM RESOLVIDA  não manda, ela ADMINISTRA.

    A MULHER BEM RESOLVIDA  não aflora, ela é um constante FLORESCER.

    Enfim, a MULHER BEM RESOLVIDA é um conjunto de todas as belezas possíveis. É MULHER sensível, mas ao mesmo tempo uma verdadeira guerreira, é forte, mas é feminina, porém, muitos não possuem sensibilidade para perceber tal beleza, mas aqueles que descobrem...preferem morrer nos braços dessa tal mulher, que não é DOCE, mas que, simplesmente é puro MEL.


    Adaptação do texto Mulher Madura http://mulherbemresolvidaoficial.blogspot.com/ 

segunda-feira, 23 de janeiro de 2012

POR QUE OS HOMENS AMAM AS MULHERES PODEROSAS?



1- DE CAPACHO A MULHER DOS SONHOS CONHEÇA SEU PRÓPRIO VALORE ELE A VALORIZARÁ
“Sex appeal é 50% o que você tem e 50% o que as pessoas acham que você tem.”
SOPHIA LOREN
DEIXE-ME APRESENTÁ-LA À MULHER BOAZINHA
Todas nós conhecemos uma mulher boazinha. É aquela que se entrega por completo a um homem que mal conhece, sem que ele tenha que investir muito. É a mulher que se dá cegamente porque anseia receber de volta a mesma atenção. É a mulher que age de acordo com o que ela acha que o homem gosta ou deseja porque quer manter o relacionamento a qualquer custo. Toda mulher, em algum momento, já passou por isso.


É verdade que as revistas femininas, em geral, estimulam esse comportamento: “Comece bancando a difícil. Mas no segundo encontro prepare uma refeição dos deuses para ele, crie um ambiente romântico com música suave, champanhe em copos de cristal e luz de velas… Não se esqueça dos guardanapos bordados e dos morangos orgânicos daquela loja maravilhosa a duas horas da sua casa. Depois, sirva tudo usando uma camisola de renda preta.” Essa é uma receita perfeita para quê? Para um desastre.
PRINCÍPIO DA ATRAÇÃO N.º1
Tudo aquilo que perseguimos foge de nós.
Principalmente quando se trata de homens. Mas com um pequeno detalhe: se você correr atrás dele usando uma camisola de renda preta, primeiro ele vai transar com você… e depois vai sair correndo.
Por que um homem foge de uma situação como essa? Porque o comportamento da mulher indica que ela não se valoriza suficientemente. A relação é nova e os laços que unem o casal ainda são tênues. Entretanto, ela já permitiu que ele tivesse todos os trunfos na mão.
O fato de a mulher se exceder nas atenções com um sujeito que é praticamente um estranho pode levá-lo a duas conclusões: ou ela está desesperada ou vai para a cama com qualquer um. Ou ambasas coisas. O esforço que ela fez não é apreciado. E quando o homem começa a perder o respeito por uma mulher que sutilmente se desvaloriza, ele perde também o desejo de se aproximar dela. Com ou sem camisola de renda preta.
Por outro lado, uma mulher poderosa nunca se mata só para impressionar alguém. Começa preparando algo simples e descontraído. Sem guardanapos bordados. Ela pode até perguntar: “Do que é que você gosta?”, como faria com qualquer pessoa amiga. Por isso, seis meses depois, quando a mesma mulher capricha no jantar para o mesmo homem, ele conclui: “Puxa! Eu sou especial para ela!”
E não é preciso ter champanhe ou caviar. Se o homem perceber o afeto e o cuidado que foram colocados no preparo da refeição, ele vai se sentir um verdadeiro rei. A diferença agora é que o jantar é uma resposta a todo o investimento da parte dele. Como não recebeu tudo de graça, ele valoriza muito mais o que conquistou.
PRINCÍPIO DA ATRAÇÃO N.º 2
As mulheres que enlouquecem os homens nem sempre são excepcionais. Em geral, são aquelas que dão a impressão de não se importar muito.
Isso não tem nada a ver com joguinhos de conquista. Trata-se de ser muito carente ou de gostar da própria companhia e demonstrar que, de certa forma, você se basta.
O que aconteceria se você o deixasse perceber que está disposta a dar tudo de si, desde o primeiro dia? Ele acharia que você está desesperada e começaria a testá-la.
Isso faz parte da natureza humana. E quanto mais você cedesse, mais ele exigiria. Em pouco tempo, ele a veria como um produto do qual poderá tirar o máximo proveito: “Até onde ela vai? Quanto conseguirei extrair dela?”
As garotas boazinhas precisam aprender algo que as mulheres poderosas já sabem. As concessões excessivas e a ânsia de agradar diminuem o respeito que o homem tem pela mulher e acabam com a atração que inicialmente os aproximou. Os homens, em geral, não se sentem desafiados quando se vêem diante de uma mulher que não mede sacrifícios para conquistá-los. Elas não oferecem o desafio mental que os homens procuram.
Por outro lado, as mulheres erram ao imaginar que, se tiverem doutorado, se souberem defender suas idéias em uma discussão sobre política internacional ou se entenderem de investimentos, serão naturalmente capazes de oferecer um estímulo mental ao homem.
O desafio mental tem muito mais a ver com a atitude do que com a conversa. Geralmente, a mulher que se faz respeitar e que demonstra não ter medo de viver sozinha constitui um desafio mental muito mais instigante.
A boazinha comete o erro de estar sempre disponível. “Não gosto de joguinhos”, explica. Assim, ela permite que seu parceiro veja quanto teme perdê-lo, demonstrando claramente que ele tem total domínio sobre ela. Em geral, é nesse momento que a mulher começa a reclamar: “Ele nunca tem tempo para mim. Ele não é mais tão romântico quanto antes.”
A mulher poderosa está disponível algumas vezes, mas outras não. Porém ela é amável o suficiente para levar em consideração as preferências do namorado quanto ao dia em que ele gostaria de vê-la, de forma que ela possa, às vezes, adaptar seus planos aos desejos dele. A conseqüência disso? Um relacionamento em que ninguém domina ninguém.
E a mulher que larga tudo o que está fazendo, a qualquer hora do dia ou da noite, para ir ao encontro de um homem? Ele sabe que a controla completamente. Por isso, depois de um tempo, o sujeito passa a sair com os amigos e só telefona à meia-noite, pois sabe que ela virá quando ele quiser. Quando a mulher recebe o telefonema de um homem no meio da noite, pega o carro e sai correndo para encontrá-lo, a única coisa que está faltando é uma placa luminosa no teto do carro com a inscrição: ENTREGA EM DOMICÍLIO.
PRINCÍPIO DA ATRAÇÃO N.º 3
Um homem percebe que a mulher oferece um desafio mental quando ele sente que não tem total domínio sobre ela.
O tempo que vocês passam juntos é revelador. Uma semana depois de conhecer o novo par, a mulher boazinha está sentada em uma cadeira, morrendo de tédio, enquanto ele faz algo de seu interesse, como assistir ao futebol na televisão, limpar o molinete da vara de pescar ou mexer no motor do automóvel. Ela se sente infeliz mas não dá um pio, submetendo-se a uma chateação monumental só para ficar perto dele.
E como reagir quando o sujeito diz que gosta de louras e você é morena, tem olhos escuros e cabelos pretos? Se você aparecer, no dia seguinte, de cabelos descoloridos combinando com as sobrancelhas oxigenadas, não restará dúvida. Ele vai saber que tem total controle sobre você.
E como age a mulher poderosa? Ela escolhe a cada momento o que a faz mais feliz. Se observar o namorado consertar a vara de pescar a diverte, ela fica ao seu lado. Caso contrário, vai buscar algo que a distraia. Se ele diz que gosta de louras, ela se olha no espelho para examinar a possibilidade de clarear o cabelo. Mas só vai fazer isso se lhe der prazer, sabendo que, se não gostar, é só voltar para a cor original.
A mulher poderosa pode até ir para a cozinha fazer um prato especial para o parceiro, mas não vai se esmerar em preparar um banquete logo no primeiro encontro. E, se for para a cozinha, é porque gosta. A mulher poderosa não perde tempo refinando as habilidades indispensáveis para “agarrar um marido”. Nas primeiras vezes que sai com um homem, ela se concentra simplesmente em ser boa companhia.
Preste atenção no seguinte: um homem que, desde o início do namoro, está voltado para ele mesmo e para as próprias necessidades provavelmente não será um bom companheiro. Mas muitas vezes as mulheres se excedem tanto em atender todos os desejos de seus parceiros – os expressos e os que elas imaginam – que eles se habituam a apenas receber. Pergunte-se: você está se esforçando demais? Não está dando chance a ele de retribuir? A mulher que se desdobra em mil cuidados passa a seguinte mensagem: “O que tenho a oferecer não é suficiente.” Por outro lado, a mulher poderosa transmite a mensagem oposta: “Eu tenho valor.” Vamos ver alguns exemplos.
A base de um relacionamento é estabelecida logo nos primeiros dias. Desde o início, ele, conscientemente (isso mesmo, conscientemente), tenta determinar até que ponto conseguirá se dar bem.
Os hábitos relacionados ao uso do telefone também são reveladores. Você espera que ele telefone antes de fazer qualquer plano? Fica furiosa se ele não telefona ou não aparece?
Se a resposta for sim, você mais uma vez está transmitindo o recado de que ele tem total controle sobre a relação, uma mensagem que não deve ser dada a alguém que você mal conhece.
É verdade que a maioria dos homens deixa de telefonar deliberadamente, só para ver a sua reação.Quando uma mulher se aborrece, ela não consegue esconder isso. E fica nítido para o homem o grau de interesse – ou de desespero – dela.
Quer saber quem escreveu esse texto?
Sherry Argov é autora de “Why Men Marry Why Men Love Bitches” e está na lista de mais vendidos do “The New York Times”. Suas obras tem sido mostradas no Today Show, The View, The O‘Reilly Factor, MSNBC e Fox News. Para a autora de livros de autoajuda, traduzida para 20 línguas e com milhões de cópias vendidas no mundo todo, só existe uma forma de conquistar um homem: confiança. Nas obras Por que os homens amam as mulheres poderosas? e Por que os homens se casam com as mulheres poderosas? (Ed. BestSeller), este recém-lançado no Brasil, Sherry oferece um guia para as mulheres virarem o jogo e permanecerem no comando da relação.

4 estilos sexuais masculinos


segunda-feira, 23 de janeiro de 2012
14:15


Homens não vêm com manual de instruções. Mas você pode descobrir muito sobre seu alvo nos primeiros minutos de transa. Quem diria que, atrás de um sedutor, se esconde um inseguro? E sabe aquele lindo que adora transar em lugares inusitados? Teimoso de marca maior! Ficou curiosa? Confira quatro diferentes estilos sexuais masculinos - e descubra com quem você divide a cama.
O tipo dedicado cobre seu corpo de beijos, faz massagem... Para ele, sexo e afeto andam juntos, de preferência trocando carinhos. Tantos que podem até ser confundidos com grude, embora, segundo o psicólogo Christopher Blazina, autor de The Secret Lives of Men (A vida secreta dos homens)., só provem quanto o gato está envolvido. Seu amor é tão doce que nem sobra espaço para surpresas. Novidades entre os lençóis? Ideia sua, claro. Mas não se engane. Apesar de previsível, ele adora testar manobras.
Frases picantes no ouvido, olhares que queimam a pele, mãos por todo o seu corpo, sorriso de matar. Para o gato, sexo é a maneira mais rápida e excitante de se conectar com você. E o melhor: o tipo sedutor é ótimo nessa arte. "O problema é quando não se acha bom o suficiente fora do quarto", diz Blazina. Se você estiver cansada e sem vontade de transar, a autoestima dele despenca. Antes de dar um beijo de boa-noite, avise seu deus do orgasmo que pretende ser agraciada com os poderes divinos dele no dia seguinte.
Ele invade o chuveiro durante o seu banho e não perde a chance de agarrá-la na escada. "Esse tipo se sente confortável para experimentar tudo ao seu lado", decifra Blazina. Está sempre cheio de ideias e disponível para uma sexcapada. Para ele, transar de conchinha só no dia em que o time perder. O bonitão pode ser o parceiro perfeito de cama, desde que você tope todas as ousadias. Caso contrário, vai ser difícil convencê-lo de que transar no quarto dos seus pais não é divertido. Mas se ele encontrar você na garagem...
Muita ação e pouco romance. Sexo com esse gato mais parece filme do Vin Diesel! Seu amor é cheio de vigor sexual. Porém, como usa a transa como válvula de escape, pode ser um pouco egoísta e achar difícil se conectar emocionalmente com você. "Como faz o tipo machão, não dá espaço para a parceira assumir o controle, pois só se sente confortável no comando", diz Blazina. Para ajudar esse bonitão pilhado a relaxar, melhor aliviar as tensões antes do quarto. Mais calmo, ele tenderá a focar menos no próprio orgasmo e caprichar no seu.
Fonte:MdeMulher

Sentir-se amado

Sentir-se amado 

O cara diz que te ama, então tá. Ele te ama. 

Sua mulher diz que te ama, então assunto encerrado. 

Você sabe que é amado porque lhe

sábado, 21 de janeiro de 2012

Manual da Mulher Bem Resolvida


Regras básicas

Se ele se interessou, ele liga!
É isso mesmo!
Quando o cara quer, não tem projeto importante, morte de tia ou trânsito maluco que o impeça de convidar você para sair.

Passou uma semana sem ouvir notícias dele?
Esquece, parte prá outra!

Ligar para saber se está tudo bem, nem pensar!
Homem perdido merece ser encontrado

Mulher bem resolvida é assim.....


 


"Ficar se culpando pra quê?!? Todo mundo comete erros!!! O importante na vida é ter consciência e não voltar a cometê-los. E no restante seja simplesmente simples e coloque em prática essa frase: Eu me AMO, eu me aceito e eu me perdôo !!!"

Como Levar um Pé na Bunda e se Recuperar com Elegância




Levar um pé-na-bunda não é nada fino e ainda saber agir com elegância é um desafio. Mas como somos muito bem resolvidas, tiramos de letra (mesmo que estejamos fingindo para não demonstrar que estamos arrazadas e querendo cortas os pulsos). A primeira coisa gata, não borre sua maquiagem, é um desperdício de tempo para retocá-la e nem sempre você terá um espelho ou seu kit de maquiagem em mãos,

Mentirinhas que adoramos ouvir!!!




Nós, mulheres, costumamos dizer que não gostamos de homens mentirosos, que gostamos de homens sinceros, que falem a verdade, mas será que realmente gostaríamos de ouvir a verdade? Existem algumas mentiras saudáveis que não fazem mal a ninguém e que garantem,

sexta-feira, 20 de janeiro de 2012


As Dificuldades da Mulher Moderna
sexta-feira, 20 de janeiro de 2012
12:51

Após as lutas por igualdade de direitos travadas no último século, a mulher contemporânea acumula funções que antes eram delegadas apenas aos homens. As responsabilidades e a carga de trabalho tornam-se cada vez maiores e a mulher sente-se angustiada frente a tantas demandas. Além disto,

Um casal recém-casado vai viver em sua nova casa

Um casal recém-casado vai viver em sua nova casa.
O homem diz: "- As regras são: Segundas e terças à noite, futebol com os amigos; quartas, cinema com o pessoal do trabalho; quintas e

LÓGICA FEMININA

“Uma mulher estava passando de carro por uma rua e ao parar no sinal de trânsito foi abordada por uma moradora de rua, muito suja e de péssima aparência, que pediu a ela dinheiro para comprar comida.
A mulher pegou a carteira da bolsa, tirou r$ 50 e perguntou:

As Etapas Do Amor




Dizem por aí que após terminar um relacionamento é preciso passar um tempo sozinho, consigo mesmo. Reza a lenda que emendar um namoro atrás do outro pode ser prejudicial à busca do próprio eu e que, pessoas que não seguem esta cartilha, estão fadadas a frustrações de ordem amorosa, por transferir os problemas não resolvidos do caso anterior para o atual.

Já parou pra pensar...

Já parou pra pensar, quantas vezes você chorou por quem não merece? Quantas vezes você já brigou sem motivo? Quantas vezes você teve ciúmes de coisas bobas? Quantas vezes você já se apaixonou pela pessoa errada? Quantas vezes você tentou se exibir pra alguém, e acabou sendo ridícula? Quantas vezes você quis ter algo, só porque aquela pessoa tem? Quantas vezes você desejou a vida alheia? Quantas vezes você já sorriu, quando era pra chorar? E chorou quando era pra sorrir? Você já parou pra pensar, que a vida é curta, e está na hora de você viver?

quinta-feira, 19 de janeiro de 2012

Quem vence as outras é forte

Quem vence as outras é forte, quem vence a si mesmo ...é poderosa!!!


Dicionário Feminino

Sim = Não
Não = Sim
Não sei = Sim
Talvez = Não
Nós queremos = EU quero

Nosso amor tão verdadeiro

"Nosso amor tão verdadeiro, com gosto do mel, cor de morango, olhar de diamante. Como é lindo o nosso amor!"


Não vou mais me preocupar com a situação...

Não vou mais me preocupar com a situação
A gente se abraça, se beija com tanta ternura
Mas sempre surge qualquer coisa de errado do tipo
Sem que nem porquê
Detalhes que somente o tempo pode resolver ♪


Postura da Mulher Bem Resolvida


Postura da Mulher Bem Resolvida

As pessoas não vão querer pisar em você, a menos que você se deite


-Se um homem quer você, nada pode mantê-lo longe.
 -Se ele não te quer, nada pode fazê-lo ficar.

De que tamanho é a força do amor que nos permite arrancar a máscara da superficialidade para abrir nosso coração aos outros?